Indicador de dieta saudável de universitários de uma instituição de ensino privada do município de Americana/SP

  • Douglas Henrique da Silva Faculdade de Americana
  • Fabiana Carolina Gomes Faculdade de Americana
  • Franciellen Regina da Silva Faculdade de Americana

Resumo

Introdução: Em consequência da alta demanda de alimentos industrializados, consumidos principalmente por adolescente, em fase estudantil, nota-se a presença de alimentos hipercalóricos e baixo valor nutricional nas dietas e na deficiência em relação a alimentação nutritiva e saudável. Objetivo: Determinar a qualidade da dieta de estudantes de uma instituição de ensino privada do município de Americana, através do HDI (Indicador de dieta saudável). Materiais e métodos: Trata-se de um estudo transversal com critério de seleção nãoprobabilístico. A análise ocorreu através de recordatórios de 24 horas, questões hábitos alimentares, questionário de critério de classificação econômica do Brasil(CCEB) e o google forms entregues a 111 estudantes, sendo elas 55 mulheres e 55 homens, dos cursos de graduação e técnicos. Os nutrientes avaliados foram: gorduras saturadas, gorduras trans, mono e dissacarídeos, colesterol e sódio, gorduras poli-insaturadas (PUFAS), proteínas, gordura total, n-6 PUFAS, n-3 PUFAS, frutas e vegetais. A avaliação decorreu do HDI, classificando os nutrientes através de pontuação, avaliando a ingestão limite, ingestão ótima e limite superior conforme as recomendações da Organização Mundial de Saúde(OMS). Resultados: Foi possível observar que através da avaliação do IMC, prevalece a eutrofia no sexo feminino e o excesso de peso no sexo masculino. Na ingestão de nutrientes, foi identificado o consumo gorduras saturadas, colesterol, gorduras trans uma ingestão de consumo ótimo e baixo consumo para proteínas, vegetais e fibras. Conclusão: Conclui-se que a alimentação dos estudantes do ensino privado de americana, se mantém dentro dos padrões de ingestão adequada de componentes desfavoráveis, porém uma baixa ingestão de componentes favoráveis a saúde, como frutas e vegetais e fibra dietética.

Publicado
2019-07-27