O uso de probióticos para o tratamento do quadro de intolerância à lactose

Luiza Pouzas Straessli Pinto, Paula Cervone Almeida, Marta Baracho, Patricia Ucelli Simioni

Resumo


A intolerância à lactose, caracterizada por sintomas generalizados, tais como alterações de pressão abdominal, cólicas, flatulência e diarreia, é decorrente da diminuição total ou parcial da atividade da enzima lactase, responsável por hidrolisar a lactose. O tratamento convencional envolve a retirada total ou parcial do leite e seus derivados e a suplementação com cálcio. Entretanto, estudos recentes têm demonstrado que o uso de probióticos pode gerar uma melhoria efetiva da qualidade de vida dos portadores. Probióticos são compostos por microrganismos cujos produtos são capazes de repor ou substituir a lactase. Nesse contexto, a presente revisão tem como objetivo apresentar dados da literatura que comprovem a eficácia do uso de probióticos como alternativa terapêutica para pacientes intolerantes à lactose.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.